Rádio Djan-Djan

Inauguração do Centro Multimèdia Comunitário Tebenkan




TEBENKAN
Dado ao carácter insular da região de Bolama- Bijagós e a predominância da tradição oral bijagó, na comunicação e na transmissão do saber tradicional, de geração para geração nesta sociedade e nas diferentes comunidades em particular, fez com que, no quadro do Programa de Criação da Reserva da Biosfera do Arquipélago de Bolama-Bijagós, se efetivasse a Rádio Regional Comunitária conhecida entre os cidadãos da Guiné-Bissau e entre os residentes do Arquipélago de Bolama-bijagós com o nome de Rádio Djan-Djan.
A conceção e a criação da Radio Djan-Djan em 1994, constitui um instrumento importante de comunicação e de ligação umbilical entre as partes implicadas no processo de conservação, tendo-se revelado como instrumento de formação e sensibilização de cidadãos em matéria do ambiente, cultura e de valorização de recursos da biodiversidade. E, desde essa data que se está a trabalhar em prol da conservação dos recursos naturais e da biodiversidade e para o melhoramento da condição humana e da vida das populações do arquipélago num entendimento quase que certo e partilhado com as comunidades residentes na Reserva de Biosfera.

A Casa de Ambiente e Cultura na sua qualidade de representação do Instituto da Biodiversidade e Das Áreas Protegidas, IBAP, é uma instituição comprometida com os valores da conservação da natureza e da valorização dos recursos biológicos dos quais dependem os bijagós para se mantiverem em termos culturais como atores dos seus próprios destinos. O elevado índice do analfabetismo, e a falta crónica de meios de transportes seguros e, a falta de forma de comunicação de massa barata e de fácil acesso, a Rádio Djan-Djan tem trabalhado em colaboração com os seus parceiros no sentido de minimizar as carências ao nível de comunicação, atraindo investimento a favor do desenvolvimento das populações do Arquipélago de Bolama-Bijagós.
 Diversos estudos, documentos de planificação e vários seminários de reflexão ao nível regional puseram sempre em evidência este  facto como forma de romper com o isolamento do arquipélago rumo ao processo tão desejado. Para a materialização deste desejo, várias etapas foram percorridas da conceção, criação da rádio a esta data; programas realizados localmente e difundidos na Rádio Difusão Nacional em Bissau, passando por uma fase experimental com um emissor de 5 watt que culminou em 1999 com a instalação de um equipamento com uma capacidade de 500 watt, cobrindo todo o arquipélago dos bijagós.
Esta dinâmica foi suportada e impulsionada por várias instituições públicas e privadas, ONGs e pessoas singulares, destacando o grande contributo do Governo Suíço, através da UICN, como principal promotor e protagonista no âmbito do Programa de Criação da Reserva da Biosfera do Arquipélago Bolama-Bijagós. Em 2010, com apoio do nosso parceiro a Associação Solidaria Andaluza de Desenvolvimento (ASAD) elaborou-se um Plano Estratégico. Este Plano Estratégico da Radio Djan-Djan foi assim concebido com base no processo de recapitalização e de reflexão sobre a sua própria identidade. Isso nos permitiu planificar com a maior clareza as nossas ações, uma melhor coerência na execução de projetos. Neste quadro estratégico, em 2011, identificou-se a necessidade de melhorar o acesso à informação e ao conhecimento para a população residente. Em consequência desta, foi elaborado o projeto para a criação de um espaço amplo, multifuncional, equipado e capaz de satisfazer as múltiplas necessidades da comunidade, contendo uma sala de computadores, internet, sala para atividades sociais e culturais que também servirá como  espaço de encontros, exposições, espetáculos, etc. De 2012 a esta data, a Rádio Djan-Djan, em parceria com ASAD está a executar o projeto denominado Projeto de Criação de um Centro Multimédia Comunitário com enfoque no gênero, suportado financeiramente pela Agencia Andaluza de Cooperação Internacional para o Desenvolvimento (AACID).
O objetivo da criação do Centro Multimédia Comunitário é incrementar o direito e melhorar o acesso à comunicação em igualdade de oportunidades entre as mulheres e os homens. O centro vem, nada mais nada menos, fortalecer a Radio Djan-Djan, através de uso de novas ferramentas de comunicação, formação e informação, NTIC que estarão disponíveis ao publico em geral muito brevemente em Bubaque.
O Centro Multimédia Comunitário, CMC,  que hoje,  7 de  Dezembro de 2013,  se inaugura adotará oficialmente o nome de CMC Tebenkan. E estará disponível para oferecer diversos serviços ao público: dará todo tipo de apoio a formação, disponibilizará o espaço de cyber, serviços de reprografia, cinema, assim como promoverá a realização de encontros, conferências, reuniões, debates e espetáculos variados, etc. A Ilha de Bubaque, passará a dispor de um espaço de excelência não só para a promoção de manifestações culturais locais, mas também para a realização de outras atividades de caráter científico, técnico e sociocultural. O CMC Tebenkan visa também a promoção da igualdade do gênero, promovendo através de pesquisas na net a melhoria dos conteúdos dos programas pedagógicos e noticias radiofónicas, incluindo temáticas variadas; equidade e violação dos direitos baseados.

Comentários

  1. esse centro permitirá a população das ilhas bijagós conhecer o mundo das novas tecnologias e não só...também agradeço a ASAD pelo amor que tem pela população das ilhas bijagós espero que continuam trazer projectos para ilha...

    ResponderEliminar

Publicar um comentário

Mensagens populares deste blogue